5 DICAS PARA FAZER RETRATOS INCRÍVEIS

Vamos falar sobre 5 pontos que irão lhe ajudar na hora de fazer seus retratos. Esta matéria foi publicada pelos @carasdafoto um canal que muito contribui com nossa comunidade profissional.

#1 – FECHAR O “FRAME”


A ideia por trás dessa dica é a seguinte: se o seu objetivo é fazer um retrato de uma pessoa, bichinho ou qualquer outra coisa, tenha certeza de que você está valorizando a sua foto principalmente essa pessoa, bichinho, enfim.

Se você deixar o seu “FRAME”, a sua foto, cheia de outras coisas o seu retrato vai perder impacto.


Enquanto retratos que peguem toda uma experiência por trás são muito bacanas e eu adoro fazer, não dá pra negar que os momentos onde os olhos da galera arregalam mais são aqueles que eles olham fotos onde o sujeito está mais em destaque.

Beleza? Então fica aí a primeira dica:

Isole melhor o sujeito da sua foto e dê essa injeção de impacto na hora!


Agora, a segunda fica que eu separei para hoje é:


#2 – DIRECIONAMENTO DA LUZ


Fotografia é luz, né?

A gente tá careca de saber disso, eu sei, eu sei… mas é verdade.

A luz é rei na fotografia, então se você usar ela estrategicamente a seu favor, sua foto vai ficar muito melhor.

Nossos olhos são treinados para seguir a luz, para olhar primeiro aquilo que estiver mais iluminado. Então se você quiser retratos mais impactantes:

A luz principal precisa estar sobre o seu sujeito, não fora dele.

Maravilha, agora com a luz devidamente direcionada e a foto fechada naquilo que interessa, pega só a terceira dica que é:


#3 – FOCO NOS OLHOS


Assim como a luz, o FOCO, a nitidez é chave na fotografia.

Mas onde focar? Em que ponto específico do retrato o foco fica melhor?

Tipicamente 9 entre 10 pessoas quando conhecem alguém olham primeiro nos OLHOS. É ali onde a atenção principal está na gente!

Então se você precisar garantir 1 lugar apenas em foco na sua foto, você adivinhou…


Foco nos olhos!


Se você fizer um retrato onde o nariz, a orelha, os cabelos, as mãos, etc estiverem fora de foco, sem problemas. Agora, se o nariz, a orelha, os cabelos, as mãos estiverem em foco e os olhos NÃO…

A L E R T A! Sua foto não vai ser legal…


Como dica geral eu gosto de falar: aponte o ponto de foco nos olhos para CRAVAR a nitidez ali e depois faça ajustes na sua composição se quiser.


Use configurações dos 3 pilares que sejam mais flexíveis para manter o foco bem distribuído ali também se precisar, tipo aberturas médias de diafragma.


Outra coisa, posicione os olhos do sujeito da foto num lugar estratégico para valorizar ainda mais a captura. Mergulhe fundo nas técnicas de composição que comprovadamente geram mais impacto.


#4 – CAPTURE UMA EMOÇÃO


Por mais que eu ache incríveis aqueles retratos elaborados de estúdio, ou aqueles típicos de book de casamento onde tá tudo perfeito tecnicamente, foco, nitidez, luz, composição…


Não dá pra negar que eles são meio quadrados, né? Previsíveis…


As fotos mais premiadas são aquelas que capturam a espontaneidade, uma emoção, algum momento, história acontecendo.


Já percebeu?

As pessoas se conectam melhor com elas e o cérebro cria essa empatia, essa curiosidade pra saber o que estava acontecendo ali.


É por isso que eu adoro fotos desse estilo “candid” que a gente fala, tipo foto de rua… que pegam pessoas normais no dia a dia delas.

Eu coleciono mais elogios nesse tipo de foto, sem dúvida.


Agora, evidentemente, esse estilo aí é uma categoria inteira a parte de fotografa, né? Quem fotografa principalmente viagens e paisagens como nós aqui tá habituado a esse tipo de coisa.


Se você for fotógrafo de estúdio, books, casamentos, enfim… eu sugeriria o seguinte:

Tente fotografar os momentos ENTRE AS FOTOS principais, sabe? Os momentos em que as pessoas não estão preparadas, pegar elas desprevenidas… geralmente essas acabam sendo as fotos que eles mais gostam


Os momentos em que as pessoas não estão preparadas, pegar elas desprevenidas… geralmente essas acabam sendo as fotos que eles mais gostam


Show, vamo lá para a 5 e última dica que é:


#5 – PERSPECTIVA


Sempre quando vejo retratos por aí eu já meio que instintivamente avalio a perspectiva que o fotógrafo usou e na hora entendo porque CURTI demais a foto, ou porque ODIEI ela.


O que eu quero dizer com isso é o seguinte:

Se você for fotografar um gatinho, por exemplo, por que bater a foto lá de cima da sua altura?


Por que não fazer do mesmo plano que ele? No nível dos OLHOS!

Isso é verdade em qualquer outra situação.


Se você fizer a foto um pouquinho mais de baixo, ou um pouquinho mais de cima… além de capturar alguns problemas tipo sombras, dobrinhas extras, fica um negócio esquisito.


As pessoas estão habituadas a sempre se verem no nível dos olhos.

Elas podem não gostar de se ver um pouquinho de baixo ou um pouquinho de cima…


Agora, deixa eu te falar que se você fizer essa mudança de maneira drástica e intencional, as suas fotos podem ganhar ainda outra camada inteira de impacto.


Então como via de regra eu recomendo fotografar sempre do nível dos olhos.



Co.Working Mangabeiras - uma conexão com sua melhor versão.