O PAPEL DO COWORKING NA ECONOMIA DE BAIRRO

Os coworking's no Brasil vem mostrando sua força e adaptabilidade mantendo os números positivos ano após ano. Num cenário projetado de mais espaços e mais usuários, os profissionais das capitais brasileiras (que concentram a maioria dos espaços) já podem – e devem! – se perguntar não só qual coworking escolher, mas em qual localização devo trabalhar: enfrentar trinta, quarenta ou cinquenta minutos de carro, ou a uma curta caminhada de distância?



É aí que pode surgir a chance de tornar realidade o que para muitos é uma meta ou um sonho distante… trabalhar perto de casa.







Revitalizando a economia local


Além de ter as almejadas vantagens de estar a poucos minutos de casa, como estar perto da família, ganhar tempo e melhorar a qualidade de vida, profissionais que escolhem o coworking mais próximo podem estar contribuindo de forma significativa para uma guinada na economia da sua região, conforme mostram experiências em diversos lugares do mundo onde os espaços compartilhados ajudaram a mudar a paisagem local.


Segundo o site The Undercover Recruiter, 60% dos entrevistados em uma pesquisa afirmaram trabalhar num coworking próximo de suas residências, o que significa que muitos profissionais e pequenas empresas optam por se integrar à sua rede local, aumentando o consumo e a demanda dentro dessa microrrede e colocando no mapa áreas até então ignoradas.


A mesma publicação cita a cidade de Berlim, na Alemanha, para ilustrar como o surgimento de espaços coworking em edifícios antigos – muitos deles vagos há anos – deu uma nova face a áreas antes pouco associadas a negócios e oportunidades. Berlim é hoje uma das cidades mais atraentes para startups em toda a Europa.

Bairro e coworking têm tudo a ver, pois ambos significam uso dos mesmos espaços, vivência dos mesmos desafios, trocas de informações e habilidades.


Empreendedores que adotarem o coworking local para fomentar esta comunidade no âmbito do desenvolvimento profissional poderão se surpreender com resultados, que em muito vão superar as perspectivas de se buscar longe de casa o que se pode ter bem perto.


Fonte: http://theundercoverrecruiter.com/coworking-transforming-cities/